Inglês me ajudou a ir mais longe

Publicado em por Amandina Morbeck em Língua inglesa

Ter aprendido inglês me ajudou a ir mais longe em vários aspectos da minha vida: profissional (trabalhei como professora na Cultura Inglesa e dei aulas particulares e também fiz várias traduções e revisões de textos nesse idioma), pessoal (muito útil em viagens pelos diferentes países que visitei e também para fazer amizade com norte-americanos e com nativos de outras nacionalidades) e para ampliação de conhecimento, considerando que a maioria das publicações no mundo é feita em língua inglesa.

Quando eu dava aulas, a maior dificuldade para quase todos os meus alunos estava na comunicação verbal – falar e ser compreendido. No geral, as pessoas se cobram muito para serem perfeitas e têm vergonha do que vão dizer ou pensar se ela errar. Só que não existe outra maneira de aprender e de aperfeiçoar a não ser por meio de tentativas e erros e de prática, muita prática. Basta pensarmos em qualquer coisa que aprendemos na vida: andar, comer sozinho, escrever, ler, dirigir etc. Por que seria diferente em relação ao aprendizado de uma língua diferente da nossa?

Sotaque não é relevante

Um aspecto que deixa muita gente chateada é não conseguir eliminar o sotaque. E isso é totalmente irrelevante, pois mesmo dentro dos países – como acontece no Brasil – há diferentes sotaques dependendo dos mesmos fatores: região, educação acadêmica e familiar, condição socioeconômica etc.

Principalmente para quem aprende qualquer idioma na idade jovem e não vive no país estrangeiro para ficar imerso 24 horas por dia, é praticamente impossível eliminar o sotaque de estrangeiro. Mas isso em nada impede que a pessoa se comunique e interaja com nativos daquele país ou outros estrangeiros como ela.

O que dificulta a comunicação é não ter domínio sobre idioma, ou seja, não pronunciar as palavras corretamente, não saber usar os tempos verbais como se deve, ter vocabulário pobre. Isso não é diferente do que vivenciamos na língua portuguesa. Pense em como você e as outras pessoas reagem quando alguém fala (ou escreve) cometendo erros gramaticais, por exemplo. Por que em relação a um idioma estrangeiro a história seria outra? Muitas vezes, o americano, o britânico, o canadense etc., realmente não entendem o que o estrangeiro está falando porque aquele som não faz sentido na língua dele.

Cursos para aprimorar são investimentos

Nunca vi os cursos de inglês que fiz como gastos, mas como investimentos. E gostaria de sugerir a você que fizesse o mesmo, pois ter mais domínio e mais conhecimento pode abrir muitas portas, principalmente no meio acadêmico e no mundo corporativo.

Conheça o método da Central Perk English School clicando no banner abaixo. Por ser on-line, facilita demais o acesso a esse conteúdo de qualidade que vai fazer diferença na sua vida. Sem contar que você pode fazer seus horários e estudar no seu ritmo. Não perca tempo para dar mais esse passo para conquistar fluência e segurança ao se comunicar em inglês.

Fale inglês com fluência - Central Perk English School.


 

Facebook Comments

Deixe seu comentário